sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Les Dames

Duas mulheres beijaram-se, beijaram-se delicadamente, como se tal beijo fosse tudo que importasse, com corações a penderem do seu peito.
Parecia que imperava o cansaço quando o sonho já esgotara-se. Como sempre, ia-se ouvindo uma lengalenga cobarde. Miserere!
Beijou-se uma mulher, o seu bâton saltou e a sua cor entranhou-se na saliva, a pintar dentes e foi (também eu) um pouco de vermelho e de proibído. Cantou-se um beijo naquela noite, um beijo que não foi como os outros porque foi triste. Foi um beijo triste entre duas mulheres presas em amores doentes.


1 comentário:

  1. nao sabia que tinhas blog!!!
    Muito giro. Agora ja tenho mais um para ler.

    bjs

    ResponderEliminar